Matemática é fixe…

PROBLEMA

Uma mãe é 21 anos mais velha que o filho. Daqui a seis anos a mãe terá
uma idade 5 vezes maior que o filho.

Pergunta: Onde está o pai agora? Sim, não leu mal… onde está o Pai?

Há que fazer alguns cálculos para obter a resposta!
Por mais incrível que pareça a resposta é dada pela matemática!

Veja a resposta abaixo… é bem interessante:

 
Solução:

Analisando Hoje :

A mãe tem hoje Y anos
O menino tem hoje X anos
Portanto com a mãe 21 anos mais velha : Y = X + 21
Daqui a 6 anos : ( Y + 6 ) e ( X + 6 )
Portanto com a mãe 5 vezes mais velha que filho : Y + 6 = 5 ( X + 6)

Resolvendo:
Y + 6 = 5 X + 30
Y = 5X + 24
Dai, substituindo na primeira equação = X + 21 teremos:
5X + 24 = X + 21
Logo:
– 4X = 3
X = -¾

O menino tem hoje -¾ anos, ou seja, – 9 meses (menos nove meses!!!).

A resposta é lógica :

Se o menino tem exactos menos 9 meses, ele nascerá daqui a nove meses,

então:

Resposta do problema proposto:

 
– O pai agora está a  “comer” a mãe, enquanto você quebra a cabeça !!!

Brilhante !!!!!!!!!!!

MATEMÁTICA DE MENDIGO

Tenho que dar os parabéns ao estagiário que elaborou essa pesquisa,
pois o resultado que ele conseguiu obter é a mais pura realidade…

Preste atenção…

Um sinal de trânsito muda de estado, em média, a cada 30 segundos
(trinta segundos no vermelho e trinta no verde). Então, a cada minuto
um mendigo tem 30 segundos para pedir esmola a 5 motoristas  e receber
pelo menos de dois deles € 0,20 e faturar em media pelo menos € 0,40 o
que numa hora dará: 60 x 0,40 = €24,00.

Se ele trabalhar 8 horas por dia, 25 dias por mês, num mês terá
faturado: 25 x 8 x € 24,00 = € 4.800,00.

Será que isso é uma conta maluca?

Bom, 24 euros por hora é uma conta bastante razoável para quem está no
sinal, uma vez que, quem doa nunca dá somente 20 cêntimos e sim 30, 50
e às  vezes até 1 Euro.

Mas, tudo bem, se ele faturar a metade: € 12,00 por hora terá € 2.400,00 no final do mês.

Ainda assim, quando ele consegue uma moeda de  €1,00 (o que não é
raro), ele pode até descansar tranquilo debaixo de uma árvore por mais
9 viradas do sinal de trânsito, sem nenhum chefe para o censurar por
causa disso.
Mas mesmo considerando que é apenas teoria, vamos ao mundo real.

De posse destes dados fui entrevistar uma mulher que pede esmolas, e
que vejo sempre a trocar os seus rendimentos numa conceituada padaria
da Baixa.

Então perguntei-lhe quanto ela faturava por dia.

Imaginem o que ela respondeu?

É isso mesmo, de 120 a 150 euros em média o que dá (25 dias por mês) x
120 = 3.000 e ela disse que não mendiga 8 horas por dia.

Moral da História:

É melhor ser mendigo do que estagiário (e muito menos PROFESSOR), e
pelos vistos, ser estagiário e professor, é pior que ser Mendigo…

Esforce-se como mendigo e ganhe mais do que um estagiário ou um professor.

Estude a vida toda e peça esmolas; é mais fácil e melhor que arranjar
um emprego.

E lembre-se ainda :

Mendigo não paga 1/3 do que ganha para sustentar um bando de ladrões.